A essência da adoração

Texto Base:

Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.

Romanos 12:1

 

 

Introdução

O que temos feito com a adoração? Entendemos que fomos criados para adorar a Deus. Estamos aprendendo durante este mês, como agradar o coração de Deus. E o nosso coração às vezes deseja roubar a adoração que não é nossa e nem para nós. Adoração é algo grandioso.

Não cabe em nós. Nesta manhã, vamos aprender quem é o objeto da adoração e qual é a essência da adoração. O objeto da Adoração, creio que você já sabe: é Jesus!

 

Desenvolvimento

I – A ADORAÇÃO COMEÇA COM 2 PASSOS

a) – Primeiro passo:

– Compreender o amor de Jesus e o sacrifício realizado na cruz é o primeiro passo para uma adoração sincera.

– Quando entendemos o que Jesus Cristo fez por nós naquela cruz, salvando-nos da condenação do pecado, abrimos nosso coração para uma adoração a Deus sincera, de gratidão.

– Quando olhamos para nossa vida, todos os nossos defeitos e falhas, mas vemos que Jesus está disposto a mudar nosso comportamento, nossa mentalidade e ainda por cima a esquecer de nosso passado, compreendemos que o sacrifício na cruz é muito grande para ficarmos parados, o mínimo que queremos fazer é agradecer a Deus, em outras palavras, adorar.

Paulo diz em I Tm.3:16 Deus foi manifestado em corpo, justificado no Espírito, visto pelos anjos, pregado entre as nações, crido no mundo, recebido na glória. 1 Timóteo 3:16

Deus é o objeto da nossa adoração. Ninguém fez isso por você!

Se a sua adoração depende da música ou de quem ministra……Deus não é o objeto da sua adoração.

Em um mundo de SELFIE, a Adoração não se trata de “você” e nem de “nós”.

Se trata DELE.

Por que Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas.

Adoração é definida como “a ocupação do coração, não com nossas necessidades, nem mesmo com nossas bênçãos, mas com o próprio Deus”.

b) Segundo passo: Adoração é ENTREGAR nossas vidas (novamente) para Deus, uma vez que ele se entregou por nós.

Nos versículos que lemos encontramos pelo menos 3 aspectos dessa entrega total:

O primeiro aspecto verifica-se na motivação da entrega – porque entregar?

A motivação tem como base as ações de Deus em nosso favor –

O segundo aspecto verifica-se no conteúdo da entrega – o que entregar?

Entregar o corpo (Rm 6.13,16,19)

a. Entregar é oferecer, é apresentar-se a Deus.

b. Como sacrifício vivo, santo e agradável.

Entregar a vida ( Atos 20.24)

a. Para completar a carreira.

b. Para cumprir o ministério.

O terceiro aspecto verifica-se no simbolismo da entrega – qual o significado?

1. A entrega significa um ato de culto

a) O culto sempre será a Deus

b) O culto é um serviço a Deus

2. A entrega é definitiva

a) É entregar como Jesus se entregou por nós, voluntaria e definitivamente

b) É apresentar-se a Deus de uma vez por todas, definitivamente.

II – E A ESSÊNCIA DA ADORAÇÃO É A RENDIÇÃO

Rendição não é uma palavra popular.

Ela está relacionada a perda e ninguém quer ser um perdedor.

Rendição evoca a desagradável idéia de admitir a derrota em uma batalha, perder uma competição ou cair diante de um adversário mais forte.

É uma palavra utilizada num contexto negativo.

Na época em que vivemos, somos ensinados a nunca se entregar – logo não ouvimos falar em rendição.

Se vencer é tudo, rendição não existe.

Você não pode se render diante das adversidades, dos desafios, do pecado…..

Mas precisa render-se a deus

Render-se a Deus, é a essência da adoração;

É a resposta que você dá: ao maravilhoso amor e à misericórdia de Deus.

Nós nos entregamos a ele não por medo ou obrigação, mas por amor, porque ele nos amou primeiro.

Minha consciência me leva a pensar:

Como posso dar o resto de mim à alguém que me deu o melhor que eu sou? Como posso dar o resto do que tenho à alguém que me deu tudo que tenho? Tudo que tenho, tudo que sou, o ar que eu respiro tudo provém Dele.

A minha esposa, filhos, ministério, trabalho, recursos, sentimentos, a vida, tudo provém Dele.

Por isso, dê o seu melhor para Deus. Dê o melhor tempo, o melhor louvor, a melhor adoração, a melhor oferta, a melhor atenção.

Deus não espera outra coisa de um filho.

Davi perguntou: Salmos 116:12 – Que darei eu ao SENHOR, por todos os benefícios que me tem feito?

Adoração consiste exatamente em oferecer-se a Deus.

Rm. 12.:1, Paulo diz: “Rogo-vos pois irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus que é o vosso culto racional.” 

III – EXISTEM TRÊS BARREIRAS QUE IMPEDEM A NOSSA TOTAL RENDIÇÃO A DEUS:

1) O medo

2) Orgulho

3) Falta de compreensão

IV – O QUE É RENDIÇÃO?

É sacrificar a vida, a fim de mudar o que precisa ser mudado.

Render-se não é para covardes.

Render não é suprimir a sua personalidade, mas aprimora-la.

C.S.Lewis disse: quanto mais deixamos que Deus assuma o controle sobre nós, mais autênticos nos tornamos – pois foi Ele quem nos fez.

Quando me viro para Cristo e me rendo à sua personalidade que pela primeira vez começo a ter minha própria e real personalidade.

V – QUAL É A BENÇÃO DA RENDIÇÃO

a) O som da santidade.

b) O som da fidelidade

c) O som da integridade

Conclusão

Todo ser humano se rende a algo ou a alguém. Se não for a Deus, você se renderá às opiniões dos outros, ao dinheiro, ao rancor, ao medo ou ao orgulho. Você foi feito para adorar a Deus e se não fizer, criará outras coisas (ídolos) para as quais entregará sua vida.

Render-se a Deus não é a melhor maneira de viver, é a única maneira de viver. Entregue-se a Deus: Os arrependimentos do passado, os problemas do presente, as ambições do futuro. Seus medos, sonhos, fraquezas, traumas. Apelo!