Crescer para ser igual a Jesus

Texto Base:

Então Jesus disse aos seus discípulos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

Mateus 16:24

 

Introdução

A salvação e seu fruto: uma nova vida gerada pelo Espírito Santo que muitas vezes o Apóstolo Paulo a denomina de Crescimento Espiritual. Nascemos denovo e agora precisamos crescer. Nós chamamos esse crescimento de Discipulado.

 Desenvolvimento

1. Deus quer que você cresça.

Crescimento espiritual não é algo automático, é preciso o compromisso voluntário. Precisamos querer crescer, decidir crescer, fazer um esforço para crescer e persistirem crescer

O discipulado: o processo de se tornar semelhante a Cristo sempre começa com uma decisão. Tornamonos aquilo com que estamos comprometidos.(A parábola do semeador)

 Toda escolha tem consequências eternas.

2. A parte de Deus e a sua parte.

Tornarse semelhante a Cristo é o resultado de fazer escolhas em conformidade com ele, dependendo de seu Espírito para ajudálo a consumar essas escolhas: DecisãoaçãoMudança de hábitos.

Crescimento espiritual é um esforço de cooperação entre você e o EspíritoSanto. O Espírito de Deus trabalha conosco, e não apenas em nós.

Ex.: Quebracabeça: Você tem todas as peças (salvação/ parte de Deus) agora precisa montálo (discipulado/sua parte).

 

3. Como isso acontece?

 a. Alterando seu piloto automático

Para mudar sua vida,você deve mudar sua forma de pensar. Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos.Pv. 4:23

(Ex.:A lancha e o piloto automático. Há uma forma melhor e mais rápida:altere o ajuste dopiloto automáticosua forma de pensar.)

Para ser semelhante a Cristo, você deve desenvolver a mente de Cristo

O Novo Testamento chama esse desvio mental de arrependimento. Adotar a forma de Deus pensar sobre si mesmo, sobre o pecado, sobre Deus, sobre as outras pessoas, sobre a vida, sobre seu futuro e sobre tudo mais.

A segunda parte da mudança que leva a pensar como Jesus é começar a ter pensamentos maduros, os quais se concentram nos outros, e não em você mesmo. Incluiremos também as disciplinas cristãs da leitura bíblica e oração.

b. A vida cristã é muito mais do que credos e convicções; ela inclui. Nossos atos devem ser coerentes com nossa fé, e nossas crenças devem ser respaldadas por um comportamento cristão. (Não adianta apenas ler a bíblia, é preciso viver de acordo com seus princípios)

O cristianismo não é uma religião ou uma filosofia, mas um relacionamento e um estilo de vida. A essência desse estilo de vida, como Jesus disse, é pensar nos outros, e não em nós mesmos. Amor.

Deus nos deu o seu Espírito. Por isso não pensamos da mesma forma que aspessoas destemundo.I Co. 2:12

 

Conclusão

• Vimos que ser discípulo de Jesus é propósito de Deus para nossa vida;

• Vimos também que ser discípulo é ser semelhante a Jesus

• O nome do processo pelo qual nos tornamos semelhantes a Cristo chama-se santificação

• Vimos que a santificação vem pela Palavra, é uma ação de Deus em nós, não acontece no isolamento e se desenvolve também nas adversidades.

• Vimos que a obediência libera poder de Deus nesse processo de santificação.

• Como todo processo, o processo da santificação também começa com um primeiro passo: Entregar-se a Jesus.