O Desânimo

Texto Base:

Ela padecera muito sob o cuidado de vários médicos e gastara tudo o que tinha, mas, em vez de melhorar, piorava.

Quando ouviu falar de Jesus, chegou-se por trás dele, no meio da multidão, e tocou em seu manto,

porque pensava: “Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada”.

Imediatamente cessou sua hemorragia e ela sentiu em seu corpo que estava livre do seu sofrimento.

No mesmo instante, Jesus percebeu que dele havia saído poder, virou-se para a multidão e perguntou: “Quem tocou em meu manto? “

Responderam os seus discípulos: “Vês a multidão aglomerada ao teu redor e ainda perguntas: ‘Quem tocou em mim? ’ “

Mas Jesus continuou olhando ao seu redor para ver quem tinha feito aquilo.

Então a mulher, sabendo o que lhe tinha acontecido, aproximou-se, prostrou-se aos seus pés e, tremendo de medo, contou-lhe toda a verdade.

Então ele lhe disse: “Filha, a sua fé a curou! Vá em paz e fique livre do seu sofrimento”.

Marcos 5:26-34

 

A esperança que se retarda deixa o coração doente, mas o anseio satisfeito é árvore de vida.

Provérbios 13:12

  

Introdução

O Desânimo nos paralisa e as oportunidades são perdidas por falta de atitudes.

– A esperança é a expectativa para se obter uma resposta, uma cura…

-Quando a resposta não vem no tempo que nosso coração determina, somos afligidos e perdemos nossa paz e podemos adoecer nossa alma.

Isaías 40:31 “Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as forças. Voando alto como Águias; correm e não se fatigam, caminham e não se cansam”.

Desenvolvimento

 A mulher do fluxo de sangue, acredito eu, que ela tinha conhecimento desta palavra.

O texto relata que ela perdera, dinheiro, convívio social, o direito de frequentar uma sinagoga, porém sua fé permaneceu, dando-lhe força e esperança.

  1. A fé nos dá um coração determinado a buscar a resposta que vai realizar o desejo da nossa alma (v.27/28).

O tempo pode silenciar nosso medo e aflições, porém são nossas atitudes que vão mudar e transformar nosso desânimo em vitórias.

  1. “Porque sou eu que conheço os planos de fazê-lo prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro”. (Jer. 29:11).

Somente Deus conhece as feridas da nossa alma, pois foi ele que nos fez.

Jesus revela a mulher, quais eram os seus planos para ela (não só a cura do fluxo de sangue, também da sua alma (“Vai em paz…)

Conclusão

Nossa dor, nosso sofrimento e nossas angústias, jamais nos destruirá.

Jesus na cruz pagou toda a dívida que era contra nós.

Quando ele disse: “Está consumado”, o que Jesus fez está feito.

A esperança, salvação, cura, paz, alegria, consolo e força foi disponibilizado para nós,

Na presença Dele não ficamos no anonimato, nossa identidade de filhos é devolvida pelo espírito Santo.

– Qual foi o não que você ouviu e te feriu?

– Qual é o medo que te paralisa?

– Quais foram as perdas que tiraram suas forças…

“Vinde a mim vós todos que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei”.

Ele tem amor suficiente para sarar a sua alma de todas as feridas, que só você sabe o quanto dói.

Seja forte e corajoso, vem e toca nele pela fé, não fique só, ele tem prazer em estar com você.