Deus faz – Deus cura

Teto base: Jo 5.1-15

Vivemos em um tempo onde a falta de esperança coloca a nossa fé em prova, pois para todos lados que olhamos há crise. Crise no mundo, nas nações, nas famílias, na saúde, na educação, na economia e em diversas áreas sociais. E a pior crise é a falta de esperança.

Mas existe um lugar onde não existe crise.
Há um lugar onde somos inabaláveis.
Há um lugar onde podemos encontrar descanso.
Há um lugar de resposta as nossas orações.
Há um lugar de cura para nossa nação, para nossa cidade, para os enfermos, para os perdidos, e esse lugar é no Senhor. Aleluia!!!

Convido você a mergulhar nessa história para, analisarmos detalhes que revelam os inimigos e os agentes da cura.

Quais são os inimigos da cura?

Multidão de frustrados

“Ali costumava ficar grande número de pessoas doentes e inválidas: cegos, mancos e paralíticos. Eles esperavam um movimento nas águas.” (João 5:3)

Olhamos ao nosso redor, e vemos a mesma cena. Pessoas ao nosso redor cansadas, ofegantes, desesperadas e esperando que algo sobrenatural aconteça.

Não deixe que a frustração da multidão te contamine e te faça perder a fé. Pois somos semeadores de esperança.

Tempo e o cansaço

“Um dos que estavam ali era paralítico fazia trinta e oito anos.” (João 5:5)

O tempo pode nos fazer desesperar, pois a esperança que se adia adoece o coração.
O homem já estava ali há 38 anos! Quantas mães oram por seus filhos, mulheres por seus esposos e nesse tempo como temos orado por cura de familiares, amigos e irmãos, não é verdade.

Precisamos resistir ao tempo, ao cansaço e não desistirmos. Não pararmos de orar, de buscar em Deus o consolo e as respostas para o nosso tempo.

Solidão no meio da multidão

“Disse o paralítico: “Senhor, não tenho ninguém que me ajude a entrar no tanque quando a água é agitada. Enquanto estou tentando entrar, outro chega antes de mim”. (João 5:7)

Estamos vivendo um tempo onde fica claro que dependemos um dos outros. Que nunca temos tão pouco o suficiente para não podermos compartilhar com nosso próximo. É tempo de estendermos as mãos e ajudar os necessitados, de orar pelos enfermos e por nossa nação.

Os agentes da cura

1- Vontade de viver

Precisamos permanecer firmes e esperarmos pelo milagre. Não desistir da vida, mas vivê-la com intensidade em Cristo Jesus. Uma vida abundante de amor, graça, perdão e fé.

2- A conquista dos outros

O que fazia a multidão permanecer era o testemunho da cura de outras pessoas tocadas. Se você já foi tocado pelo Senhor você é uma testemunha para gerar esperança nos outros. Fale o que Deus fez em sua vida.

3- A graça comum

Tem possibilidade pra mim também. Tem possibilidade para todos. É possível.
Alimente sua fé, alimente a fé das pessoas do seu campo de influência. Encorajem-se uns aos outros todos os dias.

Quando estamos no Senhor não existe lugar para a falta de esperança. Cristo em nós a esperança da Glória. Somos pontes para levar os perdidos, os desesperados, os desesperançosos ao novo e vivo caminho, a uma nova forma de ver e de viver a vida onde há paz, e esse lugar é no Senhor.

Lembre-se: Sua esperança pode virar história. Jesus pode colocar um ponto final na sua dor e iniciar uma nova história de esperança.

Ponha-se a andar!!! Pois Deus faz, Deus cura!