Deus pode transformar vidas

Texto Base:

Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus, e o irmão Timóteo, a você, Filemom, nosso amado cooperador,

Filemom 1:1

apelo em favor de meu filho Onésimo, que gerei enquanto estava preso.
Ele antes lhe era inútil, mas agora é útil, tanto para você quanto para mim.
Mando-o de volta a você, como se fosse o meu próprio coração.
Gostaria de mantê-lo comigo para que me ajudasse em seu lugar enquanto estou preso por causa do evangelho.
Mas não quis fazer nada sem a sua permissão, para que qualquer favor que você fizer seja espontâneo, e não forçado.
Talvez ele tenha sido separado de você por algum tempo, para que você o tivesse de volta para sempre,
não mais como escravo, mas, acima de escravo, como irmão amado. Para mim ele é um irmão muito amado, e ainda mais para você, tanto como pessoa quanto como cristão.
Assim, se você me considera companheiro na fé, receba-o como se estivesse recebendo a mim.
Se ele o prejudicou em algo ou lhe deve alguma coisa, ponha na minha conta.

Filemom 1:10-18

 

Introdução

Quantas vezes você já olhou para alguém e considerou que seria impossível esta pessoa se converter e se tornar um servo de Deus?

Pessoas com um passado tão sombrio, cheio de violência e maldades, que, aos nossos olhos, é impossível mudar o seu caráter.

E realmente para nós é impossível, mas para Deus tudo é possível.

Para nós é impossível, mas Deus pode transformar vidas.

 

Desenvolvimento

Esta carta do Apóstolo Paulo a Filemon fala da vida cristã sendo colocada em prática. Fala de pessoas transformadas pelo poder de Deus. Mostra o amor de um homem cheio do Espírito Santo a serviço do Reino de Deus, intermediando o retorno de um escravo fugitivo para o seu Senhor e ainda se propondo a pagar as dívidas deste escravo.

O que Paulo faz aqui é o mesmo que Jesus fez por ele, pelo próprio Paulo, e faz por cada um de nós.

Jesus assumiu a nossa culpa e pagou o preço dos nossos pecados. Jesus nos substituiu na cruz.

A Jesus foi imputado o nosso pecado e a nós foi imputada a justiça de Cristo.

Assim, a salvação está disponível a todo aquele que crer em Jesus. E todo o que crer em Jesus tem sua vida transformada.

A graça de Deus torna possível o que para nós é impossível.

Em Romanos 1.16, Paulo diz que o evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.

Nesta carta encontramos três pessoas que tiveram suas vidas transformadas pelo poder de Deus.

Primeiro, o autor da carta, o Apóstolo Paulo.

Um homem que por causa da sua religiosidade, mesmo tendo um profundo conhecimento das Escrituras, não via, na pessoa de Jesus, o Messias, o Salvador.

Por causa disso Paulo perseguia a Igreja de Cristo, prendendo e mandando matar os cristãos.

Mas Paulo teve um encontro com Jesus e sua vida foi transformada. (Atos 9)

Ao olhar para Paulo antes da sua conversão, qual seria o seu julgamento sobre ele?

Até Ananias teve medo de Paulo quando Deus o enviou para orar por ele após o seu encontro com Cristo.

Após sua conversão, Paulo foi usado por Deus de uma maneira extraordinária. Deu a ele revelações que até hoje continuam produzindo frutos no reino de Deus.

Você tem um familiar ou conhece uma pessoa que está precisando de um encontro com Jesus?

Não tenha medo, deixe Deus te usar, ore por esta pessoa e a convide para conhecer Jesus. Talvez você ache impossível, mas Deus pode.

A outra pessoa citada nesta carta é Filemon.

Filemon era um rico senhor de escravos que se converteu a Cristo pelo ministério do apóstolo Paulo.

Talvez ao olhar para Filemon como um senhor de escravos, nosso coração poderia se fechar para ele. Mas Jesus olha para cada um nós com olhar de misericórdia e com graça.

Olhe para cada pessoa como alguém que foi feito à imagem e semelhança de Deus, mesmo que esta imagem esteja desfigurada por causa do pecado.

Não olhe para status social, todos precisam de Jesus. O rico e o pobre. Leve o evangelho aonde o Senhor te enviar. Promova transformação das pessoas através do evangelho. Viva e pregue o evangelho.

Não importa se parece impossível, Deus pode transformar o caráter do ser humano.

Filemon teve um encontro com Jesus e sua vida foi transformada, não somente a sua, mas da sua esposa, Áfia e do seu filho Arquipo, citados por Paulo na saudação desta carta. Filemon passou a hospedar em sua casa a igreja do Senhor. E o seu filho se tornou pastor desta igreja.

A terceira pessoa que teve sua vida transformada e citada nesta carta é Onésimo.

Onésimo era um escravo de Filemon que havia fugido e possivelmente, pelo teor da carta, furtado o seu senhor.

Onésimo fugiu de Colossos para Roma onde acabou sendo preso. Por providência divina foi parar exatamente onde Paulo também estava preso por causa do evangelho.

Paulo pregou para Onésimo que recebeu Jesus em sua vida e foi transformado e passou a auxiliar Paulo em seu ministério.

Agora Paulo envia Onésimo de volta a Filemon.

O Evangelho não só transforma as pessoas, mas também o relacionamento entre o ser humano e Deus, como também o relacionamento interpessoal.

Embora a escravidão esteja em completo desacordo com os preceitos e princípios das Escrituras, nem Jesus nem os apóstolos atacaram frontalmente essa prática. Cristo não veio ao mundo para liderar uma revolução social. Ele não entrou no mundo como um rei político. Veio ao mundo como nosso redentor. Veio para morrer por nossos pecados. Veio para nos reconciliar com Deus.

É bem verdade que o cristianismo desestabilizou a escravidão e foi o principal instrumento de sua erradicação. Aqueles que se convertem a Cristo passam a fazer parte da família de Deus, do corpo de Cristo.

O evangelho iguala todas as pessoas perante Deus, pois todos pecaram e foram destituídos da graça de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.

Jesus transforma as pessoas e pessoas transformadas transformam a sociedade.

No Império Romano um escravo não era visto como uma pessoa, mas como uma ferramenta viva de trabalho, não tinha nenhum direito, não era dono nem do seu corpo. Podia ser comprado e vendido como uma mercadoria qualquer.

Quando conseguia escapar, ao ser capturado, o escravo era marcado com ferro em brasa na testa com um F de fugitivo, e seu senhor podia castiga-lo até a morte ou crucifica-lo sumariamente.

Quantos traumas físicos e emocionais uma pessoa, nessa condição, acumulava durante a sua vida

Você que me ouve nesta noite, quantos traumas você carrega em seu coração?

Não sei quantas adversidades você já passou, porém Jesus pode e quer transformar a sua vida e curar todas as suas dores e enfermidades, sejam elas físicas, emocionais ou espirituais.

Em meio a tantas questões culturais e sociais o evangelho de Cristo entra na vida das pessoas e promove transformações. Coisas impossíveis para o ser humano, mas Deus pode. Porque para Deus não há impossíveis em todas as suas promessas.

CONCLUSÃO

Deus usa um perseguidor da igreja, que transformado pelo poder do evangelho, agora servo de Deus, para levar a mensagem de Cristo a um escravo fugitivo, que se rende a Jesus, e, intermediado por este servo de Deus, retorna para seu senhor, que também foi alcançado pelo poder de Deus, para recebê-lo, não como um escravo, mas como um irmão em Cristo.

A tradição declara que Onésimo recebeu a sua libertação e mais tarde veio a ser bispo da igreja de Bereia.

Não desista de continuar orando por pessoas, por familiares, por amigos ou até mesmo inimigos. Para nós pode ser impossível, mas Deus pode.