MC 1:8-13

“8. Eu os batizo com água, mas ele os batizará com o Espírito Santo”.

9. Naquela ocasião Jesus veio de Nazaré da Galiléia e foi batizado por João no Jordão.

10. Assim que saiu da água, Jesus viu os céus se abrindo, e o Espírito descendo como pomba sobre ele.

11. Então veio dos céus uma voz: “Tu és o meu Filho amado; em ti me agrado”.

12. Logo após, o Espírito o impeliu para o deserto.

13. Ali esteve quarenta dias, sendo tentado por Satanás. Estava com os animais selvagens, e os anjos o serviam.”

 

Introdução

Estamos concluindo mais uma série de mensagens nos cultos de quinta-feira. Falamos sobre: Sonda-me, quebranta-me, transforma-me e hoje falaremos sobre enche-mepara que também possamos ser usados pelo Senhor. Creio que esse é o desejo de todos aqui.

O maior exemplo de vida cheia do Espírito é o próprio Senhor Jesus. Como Deus encarnado, sua vida era a plenitude do Espírito Santo. Algumas coisas que Jesus passou servem de exemplo para nós de como ser cheio do Espírito. Jesus não precisava ser batizado, nem orar, ler as Escrituras ou jejuar, mas fez tudo isso para nos mostrar como fazer.

Jesus não iniciou seu ministério oficialmente enquanto não recebeu o Espírito Santo em forma de pomba sobre Ele, para nos ensinar que primeiro precisamos do poder de Deus.
Como ser cheio do Espírito?

Desenvolvimento

Vamos aprender como ser cheio do Espírito a partir do momento do Batismo de Jesus:

1- Sabendo ouvir a voz de Deus

v.11a “foi ouvida uma voz dos céus”

A primeira característica de uma vida cheia do Espírito é ouvir a voz de Deus. Jesus sempre ouviu a voz de Deus, mas naquele momento precisava de uma confirmação pública para seu ministério. Todos ouviram a voz que veio do céu falando com Jesus.

Na vida do cristão cheio do Espírito, tudo o que faz é direcionado por Deus.

O Senhor passa a orientar sua vida “quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele” (Isaías 30.21).

Ouvir a voz de Deus passa a ser algo natural para quem foi cheio do Espírito.

2- Tendo uma nova identidade de Filho de Deus

v.11b “Tu és o meu Filho amado”

A segunda característica de uma vida cheia do Espírito é assumir uma nova identidade de Filho de Deus.
Jesus era conhecido como um bom rapaz, trabalhador, filho de Maria, filho do carpinteiro José. Além de tudo isso ainda era respeitado por ser da descendência de Davi.

Mas a partir daquele dia Jesus passou a ser notado como Filho de Deus. Ao sair daquela água, Jesus assumiu sua nova identidade e começou seu ministério.

A vida de quem é cheio do Espírito Santo passa “receber poder de ser chamados filhos de Deus” (João 1.12).

3- Tendo prazer em fazer a vontade de Deus

v.11c “em ti me comprazo

A terceira coisa que acontece quando temos uma vida cheia do Espírito é passar a ter prazer em Deus.

O Senhor declarou que tem prazer em Jesus. Cristo também tinha prazer em fazer a vontade de Deus. Isso significa que Deus olhava do céu e ficava satisfeito de ver seu Filho realizando suas obras.

Quando somos cheios do Espírito, passamos a ter “antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite” (Salmos 1.2).

Além disso, passamos a agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração(Salmos 37.4).

Deus tem prazer em realizar os sonhos de quem faz a sua vontade. A alegria do Espírito é maior do que os prazeres do mundo!

4- Resistindo as tentações

v.12 “logo o Espírito o impeliu para o deserto

A quarta coisa que acontece quando temos uma vida cheia do Espírito é que conseguimos vencer tentações e provações.
O Espírito Santo conduziu o Senhor Jesus para o deserto onde foi tentado pelo diabo.

Jesus também não precisava ir para o deserto e nem ser tentado para vencer o diabo, mas quis passar por isso para mostrar o seu poder e nos ensinar a resistir à tentação.
Somente quando somos cheios do Espírito Santo, conseguimos ter forças para resistir às tentações, pois
não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar(I Coríntios 10.13).

A carne é fraca, mas o Espírito é forte, por isso precisamos negar a carne e fortalecer no Espírito (Marcos 14.38). Com a ajuda do Espírito Santo passamos pelo deserto com a certeza da vitória e vencemos as provações com o poder de Deus.

5- Vivendo uma vida consagrada

v.13a “permaneceu quarenta dias

A quinta lição que aprendermos de uma vida cheia do Espírito é a necessidade de consagração a Deus.(entrega)
Jesus também não precisava jejuar aqueles quarenta dias nem orar, mas fez isso para mostrar que quem recebe o poder Deus precisa viver em consagração constante.

O jejum não é apenas ficar sem comer ou beber. Quando jejuamos, estamos negando a carne e fortalecendo no Espírito.
Significa que a presença de Deus é mais importante que o próprio alimento necessário à sua sobrevivência. O jejum e a oração abrem o mundo espiritual para que maravilhas aconteçam. Existem coisas que só vencemos com
jejum e oração” (Marcos 9.29).

6- Vencendo pela Palavra

v.13b “sendo tentado por Satanás

A sexta lição de uma vida cheia do Espírito é que a vitória vem pela Palavra de Deus.

Ao ser tentado, Jesus derrotou o inimigo através da Palavra, dizendo está escrito(Mateus 4.4-10).

A palavra de Deus é o alimento espiritual para o cristão e também a nossa arma de defesa como “espada do Espírito” (Efésios 6.17).

Quem luta com seus próprios argumentos acaba se cansando rapidamente, mas quando usamos a autoridade da Palavra de Deus até o inimigo tem que fugir de nós (Tiago 4.7).

CONCLUSÃO

“enchei-vos do Espírito” Efésios 5.18

A experiência de ser cheio do Espírito não é uma emoção passageira. Quando

recebemos a plenitude de Deus, tudo é transformado em nosso viver. O Espírito Santo quer te encher e te usar!