Não perca a paixão!

Texto Base:

1.Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.

Assim como me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo.

Em favor deles eu me santifico, para que também eles sejam santificados pela verdade.

“Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles,

para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

João 17:17-21

 

 

Introdução

Esta é uma das páginas mais comoventes do Evangelho: a chamada “oração sacerdotal” de Jesus. Estava aproximando o momento de sua glorificação”, quando Jesus estava para ser erguido bem alto, na cruz, para atrair a si todos os homens.

A oração sacerdotal de Jesus foi pronunciada em um momento de muita angustia, mas nada mais forte que a paixão pela Sua missão.

A missão de Jesus era ter o Pai em sua vida (porque tu estás em mim e eu em ti – presença), viver a Palavra e transmiti-la para os homens tivessem suas vidas transformadas.

Ele se despede em oração revelando através das palavras muita gratidão, amor e um sentimento de dever cumprido. A Oração de Jesus não foi apenas uma oração para se cumprir um ritual. Jesus fez uma oração apaixonada por Deus e por aqueles que creram nele.

Foi um clamor cheio de adoração e intercessão. Havia vida em suas palavras. Quando eu falo de paixão, não estou me referindoa um sentimento mundano e passageiro, mas de um sentimento de amor elevado a mais alta potencia que nos impulsiona a fazer coisas grandes para Deus.

Rick Warren – A paixão é o que energiza a vida. A paixão torna possível o impossível. Na verdade, se você não tiver paixão alguma na vida, ela vai ficar sem graça, chato, rotineiro e monótono.

Deus nos criou para uma vida apaixonada, para servirmos a Ele e ao Seu povo com vitalidade. Nos dias atuais muitos tem perdido a paixão pelo sagrado (por Deus, pela igreja, pela sua missão).

Talvez a própria igreja tenha perdido essa paixão.

 

 

Desenvolvimento

A oração sacerdotal de Jesus deixa nos mostra três áreas que nunca podemos perder a paixão, deixar de valorizar e buscar:

1) Nunca perca a paixão pela presença de Deus.

para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti

Jesus se deliciava em estar na presença de Deus. Ele chamava Deus de Pai. A presença do pai era real na vida do filho.

Precisamos anciar pela presença de Deus em nossas vidas. Pelo toque divino em nós, pelo manifestar sobrenatural de Deus. Se a busca da presença de Deus não for colocada acima das demais buscas do homem, o homem jamais será completo, tampouco Deus glorificado.

Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Salmos 51:11

O unico motivo de estarmos aqui, é por conta da presença de Deus, devemos buscar a sua presença como a corsa anseia pelas águas.

Não podemos permitir que outros interesses venham roubar essa verdade, não permita que as ofertas, as oportunidades, as circunstancias, os problemas, os sofrimentos venham roubar a paixão pela presença Deus.

No Salmo 23, Davi chama Deus de pastor e, assim, O traz para a esfera existencial. O uso do pronome possessivo “meu”, usado pelo salmista, nos transmite a ideia de intimidade e comunhão.

E ele começa dizendo: O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.v.1

No original, as palavras: “nada faltará”, não indica coisas, mas sim a própria presença do Pastor.

“O Senhor é o meu pastor e Ele nunca me faltará.”

A presença de Deus ainda nos reveste de poder para vencermos as batalhas da vida. O poder do Espírito em nós também nos auxilia a avançar.

Aplicação: em que você está avançando e que a presença de Deus tem sido real na sua vida e ele tem sido honrado e glorificado? Não perca a paixão pela presença de Deus.

Realinhe o seu coração, o seu horário.

Se estiver sobrecarregado vai perder a paixão. A Bíblia diz que existe um ritmo na vida, um compasso. Existe um tempo e um propósito para tudo.

 

2) Nunca perca a paixão pela Palavra de Deus

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.

O poder, a presença nos reveste, a palavra nos molda.

Jesus tinha a mais alta estima, consideração pela Palavra. Jesus como Deus era o próprio Verbo encarnado, mas como homem era sujeiro as mesmas pressões, paixões e tentações do que nós, porém Jesus em nenhum momento pecou pois tinha a Palavra de Deus como um luzeiro em dias de escuridão, como um farol que brilha a noite foi guiado por ela.

No deserto, Jesus venceu pela Palavra: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”. Mateus 4:4

Jesus viveu a Palavra, proclamou-a dia e noite em tempo e fora de tempo como diz paulo e ensinou-a aos seus discipulos.

Infelizmente para muitos a Palavra passou, perdeu o seu significado.

Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem sucedido por onde quer que andar. Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem sucedido. Josué 1:7,8

Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja corretamente a palavra da verdade. 2 Timóteo 2:15

Muitos cristãos perderam a paixão pela Palavra de Deus, não meditam mais na Sagradas Escrituras, acham que podem viver com aquilo que aprenderam um dia.

Aplicação: A bíblia é um alimento diário.

Quando você gasta mais tempo lendo qualquer outro tipo de literatura 9não está errado ler outras literaturas) menos a Palavra de Deus será desejada no seu coração. Aí, a paixão pela Palavra vai embora.

O profeta Oséias advertiu o povo sobre isso: “Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. ” Os 4.6

Vamos pedir para Deus que Ele inflame o nosso coração com o desejo de ler sua Palavra, vamos pedir paixão pela sua Palavra.

Alimente sua alma com a Palavra de Deus.

3) Nunca perca a paixão pela Missão

Assim como me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo.

Jesus tinha a sua missão muito clara em seu coração e isso desde pequeno. Então vemos que Jesus não se desviou do seu propósito, acredito que nem sequer passou pela sua mente essa possibilidade, ele sempre teve determinado a cumprir a missão que Deus tinha para ele.

Uma das consequencias da perda da paixão pela presença de Deus e tambem pela Palavra de Deus é a perda da paixão pela Missão, pelo que Deus tem para nós.

E qual é essa missão? Sermos testemunhas de Jesus.

Essa é uma missão que nenhum cristão pode se demitir.

Não podermos perder a paixão pela obra missionária, a paixão pelo chamado de Deus, pela missão que Deus tem para a Igreja. O ardor missionário diminuiu muito… as pessoas tem outras preocupações que consomem o seu tempo, o seu trabalho e esforço, as suas energias.

Ah pastor os tempos são outros!!!, é são mesmo…, mas Hebreus 13.8 diz Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre. Ele não muda e seus propósitos também não mudam… o seu desejo de salvação do Homem também não mudaram.

Compartilhe sua fé

Mas sua paixão interior se renovará se você compartilhar a sua fé pessoal em Jesus. E não existe praticamente nada melhor para reacender a paixão do que uma conversa que nos leve a falar sobre Jesus.

Redescubra e redefina o seu propósito

Paixão e propósito andam de mãos dadas. O propósito inspira paixão.

Brent Hobbs assim define a paixão:

Paixão é levantar-se de manhã não importa onde esteja e pular da cama porque sabe que vai fazer algo que ama, no qual acredita e tem um bom desempenho.

É algo maior do que você, e não vê a hora de voltar àquela atividade. É algo que você prefere acima de qualquer outra atividade. Não abriria mão disso por dinheiro, porque para você vale mais do que dinheiro.

Não existem soluções humanas para o Brasil e para o mundo. Os desafios da igreja vem de cima, dos lados e de baixo.

CONCLUSÃO

O ponto de partida para reacender a paixão é lembrar-se do que Deus pensa a nosso respeito. Deus é apaixonado pela sua igreja? Ele é tão apaixonado por você como filho quanto é por qualquer outro membro do seu rebanho.

Jesus preferiu morrer do que viver sem nós (a igreja) e sem você. Por isso, redefina seu propósito, seja cheio da presença de Deus, alimente a sua alma e compartilhe a sua fé. Isso vai reacender a sua paixão e Deus o usará como nunca!