Salmos 51.10

“Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.”

 

Ezequiel 36.26

“Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne.”

Introdução

A Bíblia nos traz diversas histórias do agir poderoso de Deus. O próprio relato da criação, o trazer Deus à existência todo o universo por meio da Sua Palavra já é algo extraordinário.

Mas, não acaba aí. Vemos Deus abrindo o Mar Vermelho, pessoas sendo ressuscitadas, uma delas, inclusive, ao cair sobre o corpo já morto de um homem de Deus, Eliseu (2 Rs 13.21).

Imagine se você tivesse a oportunidade de presenciar Jesus multiplicar os pães ou mandar as águas pararem e, ainda, andar sobre elas?

Poderíamos passar a noite aqui falando de milagres grandiosos que Deus fez e estão relatados na Palavra de Deus, e é bom que possamos deles lembrar, constantemente, para que a nossa fé se renove, para que não nos deixemos levar por qualquer onda de incredulidade ou ceticismo.

Deus é Deus poderoso sim. É Deus que opera milagres, é o mesmo de ontem, de hoje e sempre será o Deus todo-poderoso (El Shadai).

Na mensagem de hoje, quero te colocar diante de 3 pessoas, com 3 histórias distintas, que viram Jesus fazer milagres incríveis, mas que foram alvos de um mesmo operar de Deus. O que Pedro, Zaqueu e Paulo tiveram em comum?

 

Desenvolvimento

1) ELES TIVERAM MAIS QUE UMA EXPERIÊNCIA COM JESUS – JESUS ENCONTROU SEUS CORAÇÕES (Sl 51.10 e Ez 36.26)

Diversas pessoas tiveram a oportunidade de ver Jesus, de sentar e ouvir suas palavras, muitas foram até mesmo curadas por Ele, mas não notamos relatos de algo mais profundo em suas vidas.

Não é o caso de Pedro, Zaqueu e Paulo. E com certeza poderíamos falar de outras, como Maria Madalena, que após ser liberta de 7 demônios, passou a integrar o grupo das mulheres que sustentavam o ministério de Jesus.

O que houve com esses três homens e com Maria Madalena foi que elas não apenas tiveram um encontro marcante com Jesus; não apenas viram ou foram alvos do agir poderoso de Deus.

Jesus encontrou lugar nos seus corações. E quando Cristo encontra lugar em nossos corações, não há apenas um milagre.

É criado em nós um novo coração, um coração puro. O coração de pedra é quebrado e um novo coração, um coração de carne, sensível a Deus e sua vontade e gerado em nós. Interessante porque isso tem, ainda, uma conexão espiritual.

Deus coloca em nós um espírito novo, por meio do Seu Espírito Santo, Ele renova em nós um espírito reto, que se identifica com Deus e com as coisas de Deus. Um espírito que ouve Sua voz e se alinha com a Sua vontade.

 

2) ELES VIVERAM UMA REAL TRANSFORMAÇÃO

2.1) ZAQUEU (Lc 19.1-10)

Ninguém pode negar que Zaqueu passou por uma transformação. Toda vez que me lembro de Zaqueu, me vem uma história paralela, que é a do Jovem Rico. Zaqueu foi capaz de tomar a decisão que o jovem rico não foi; Ele compreendeu que as riquezas, ainda mais as conquistadas de forma pecaminosa, não poderiam estar em primeiro lugar na sua vida. O seu coração e o seu espírito foram alcançados por Jesus. O seu caráter foi alvo de transformação. Imaginem um publicano que não roubava, nem explorava os seus? Esse foi Zaqueu.

2.2) PEDRO (Jo 21.4-7, 12-19)

Pedro foi outro que, como ele mesmo relata em uma de suas cartas, além de testemunhar de forma ocular tudo o que Jesus fez, passou por uma profunda transformação. Jesus precisou tratar seu jeito precipitado, ousado e impetuoso, mas que, ao mesmo tempo, tinha no fundo um medo, vergonha de assumir diante de todos que ele era, de fato, um discípulo de Jesus. Pedro tinha uma personalidade forte, de líder, mas suas emoções o sabotavam.

Era ousado, corajoso para umas coisas, mas na hora de assumir realmente sua nova identidade, se amedrontava e “dava para trás”, como dizem hoje. Quem vê Pedro aqui em João 21 e depois em Atos 2 e 3, nota claramente sua transformação. E essa transformação precisou passar, também, por um tratamento na alma, do sentimento de culpa por ter negado Jesus.

Mas, como vimos no início, Pedro não apenas foi testemunha dos atos de Jesus, Jesus encontrou o seu coração. E fez questão de mostrar isso a Pedro, ao falar para ele sobre amá-Lo e apascentar suas ovelhas. Pedro se tornou uma das figuras mais relevantes do cristianismo.

2.3) PAULO (2 Co 5.14-17, Fp 3.4-11)

Paulo é, sem sombra de dúvida, um daqueles exemplos mais fortes de transformação que temos registrados na Bíblia.

De perseguidor severo do Evangelho e dos seguidores de Cristo, passou a ser, talvez, o seu maior defensor. Se existia alguém que “se achava” quando ao farisaísmo e ao ser um judeu exemplar, Paulo estava no Top 1 da Lista. E ele reconhece isso em suas cartas, como lemos.

Mas Jesus alcançou seu coração, e de uma forma extraordinária, em todos os seus aspetos. O Apóstolo dos Gentios não resistiu ao AMOR imenso de Jesus Cristo por ele. Paulo é aquele cara que fez tanta, mas tanta coisa errada, tanta atrocidade, matou pessoas, agrediu, que o AMOR de Deus O CONSTRAGEU lá no profundo, transformando intensamente sua vida.

Para PAULO, o viver passou a ser Cristo, e até o morrer era lucro. Ele negou tudo que antes considerava de algum valor, seus títulos, suas credenciais por conta da descendência, sua posição no farisaísmo, tudo considerou perda por amor a Cristo.

O que Paulo passou mais a desejar foi SER ACHADO EM JESUS!

Não invocava mais sua justiça própria (pois se via irrepreensível cumpridor da lei, fazia tudo certinho). Trocou essa justiça pela justiça que provém da fé em Jesus Cristo.

E sua vida passou a ser viver para Deus. Participar dos sofrimentos de Cristo, conformando com Ele na sua morte.

Passou de perseguidor a perseguido pela Cruz de Cristo. Foi, sem dúvida, um dos mais extraordinários homens de Deus de toda a história.

 

CONCLUSÃO

Hoje é dia de transformação. Hoje Jesus quer encontrar o teu coração, não apenas ter um encontro com você, de passagem. Ele quer transformar a tua vida.

O que você precisa, hoje, deixar para trás, abrir mão por amor a Cristo, fazer constar na história do seu passado?

É algo no caráter? Algo que tem te feito sabotar os planos de Deus para sua vida – quem te vê, vê sua ousadia, força, mas lá dentro algo te impede de assumir de verdade o que Deus tem para você?

Seria sua justiça própria (não faço nada de tão errado…), seus títulos, algo que você construiu durante toda uma vida, uma imagem, e que não te permitem tomar uma decisão real, pois o que os outros pensariam?

Quero te convidar para se derramar diante do Pai, pode vir aqui à frente, dando espaço entre vocês, mas podem vir. Derrame-se diante do teu Pai, pois Ele está aqui hoje para transformar sua vida!

Para colocar um marco de uma nova história.